Os mitos mais comuns sobre som automotivo: fique atento

Saiba quais são os maiores mitos na hora de montar um som automotivo. Veja também onde encontrar caixa trio JBL e outros equipamentos para turbinar seu som.

Como funciona um sistema de som automotivo?

Um som automotivo é composto por uma rede de equipamentos e aparelhagens que se conectam de forma a reproduzir sons com clareza e potência. Na hora de montar um sistema de som, tudo começa no player do painel do carro.

Hoje, existem modelos mais simples e convencionais, para reprodução de CD ou aparelhos de MP3 (como pen drive). Enfim, dentro dessa categoria, é possível escolher entre diversos modelos.

Por outro lado, existem também modelos mais incrementados, com recursos diferenciados, como tecnologia Bluetooth. Nesses casos, os passageiros têm a opção de reproduzir músicas a partir de uma conexão com o smartphone ou outro aparelho de som com a mesma tecnologia.

Além disso, o player do som pode se tornar uma plataforma interativa, com telas para DVD e muito mais. Entretanto, existem alguns mitos que ainda cercam os entusiastas, principalmente aqueles que estão começando a se interessar agora pelo assunto. Confira todos os detalhes:

Mitos sobre o som automotivo

Subwoofer de 15” é superior em qualidade do que o de 12”

Ainda que essa afirmação possa soar intuitiva, não é bem assim que acontece. É preciso levar em consideração o espaço disponível para instalação do subwoofer, sendo que o de 15’’ precisa de um tamanho vago maior que o de 12’’.

Nesse sentido, o melhor subwoofer será aquele que se adequa ao porta-malas.

Subwoofer com imã invertido (imã para fora) possui qualidade inferior em comparação aos outros modelos com imã interno.

O subwoofer com imã para fora não é melhor nem pior, apresentando o mesmo desempenho, já que emite som nos dois polos (ou seja, é um dipolo acústico).

Subwoofer de 1000 Watts é melhor que o de 500 Watts.

Existem inúmeros parâmetros para indicar o desempenho de um subwoofer, sendo que apenas um deles diz respeito à potência suportada.

A diferença entre um de 500 Watts e um de 1000 Watts é de 3 dBs exatamente. Nesse sentido, a característica pode ser completamente irrelevante, sendo que é preciso considerar as outras variáveis na hora de escolher o melhor modelo.

É preciso investir todo o dinheiro em um Subwoofer e alto-falantes de boa qualidade

Não necessariamente é preciso gastar uma alta quantia priorizando o subwoofer e os alto-falantes. Muitas vezes, por exemplo, é preciso lançar mão de um amplificador (ou módulo) para que seja extraída a capacidade dos alto-falantes ao máximo, e, para isso, também é necessário ter uma bateria que atenda às necessidades.

Em outras palavras, não basta ter apenas o subwoofer e os alto-falantes, também é preciso ter um bom módulo e bateria para que todo o sistema funcione de acordo.

Caixas “prontas” são compatíveis com qualquer subwoofer que caiba nelas

O mito, que se tornou um erro muito comum, é acreditar que caixas prontas podem ser compatíveis a qualquer subwoofer que caiba nelas, sendo que uma caixa especificamente projetada pode render até 500% a mais do que uma qualquer.

Encontre todos os equipamentos necessários pela internet

Todos os equipamentos necessários para um bom som automotivo, como caixa trio JBL, subwoofer e alto-falantes podem ser encontrados pela internet, sem que você precise sair de casa.

A ViniSound, além de promover a facilidade de entregar todos os produtos na residência do cliente, também oferece 5% de desconto em todas as compras e várias formas de pagamento para atender às necessidades de todos.

Navegue pelo site para conferir o catálogo de opções da ViniSound.

Veja mais: Central Multimídia | HD8000 | 7 Driver

error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *